quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Dicas de viagem para Lua de Mel - França

Decidir a viagem de Lua de Mel parece uma tarefa fácil, mas não é. Os noivos e principalmente as noivas na maior correria com os preparativos, milhares de detalhes..enfim...uma loucura... o importante é decidir a viagem q seja dos sonhos...momento único e inesquecível....
As opções mais procuradas são Europa e Caribe pois contam com hoteis exclusivos e destinos românticos. Alumas sugestões começando pela França.

França - Paris + Vale do Loire
Você começa a viagem por Paris e depois aluga um carro e percorre as estratas com paisagens bucólicas até chegar a região do Vale do Loire, mais conhecida como a região dos castelos.

Paris.. cidade de L´amour, das luzes, das belezas arquitetônicas e parques fantásticos. Conhecer Paris é caminhar pela Champs Elysees, apreciar um belo pôr do sol do alto da Torre Eiffel após fazer um piquinique com direito a um bom vinho e mtos queijos e baguetes aos pés dela ou ás margens do Rio Sena.
Se maravilhar com a Place de la Concorde onde se consegue avistar os 4 principais pontos da cidade: Torre Eiffel, Arco do Triunfo, Louvre e Igreja de Madelaine.
Não deixar de visitar o Chateaux de Versailles, que é maravilhoso e fica há apenas 40 minutos de trem de Paris.
Uma opção divertida mas bem turística é assitir ao famoso Moulin Rouge. O show oferece jantar + espetáculo ou somente espetáculo
Para conhecer a cidade com calma e aproveitar ao máximo são necessários no mínimo 4 dias inteiros na cidade. Mtos dizem q os franceses não são receptivos, mas qdo estive lá todos foram de extrema gentileza e educação.


Vale do Loire (em francês:  Vallée de la Loire) é conhecido como o Jardim da França e o Berço da Língua Francesa. É também de realçar a qualidade do seu património arquitectónico, nas suas cidades históricas, como Amboise, Angers, Blois, Chinon, Nantes, Orléans, Saumur e Tours, mas em especial para os seus mundialmente famosos castelos, como o Castelo deAmboise, Chambord, Villandry e Chenonceau.
A paisagem do Vale do Loire, e mais particularmente nos seus muitos monumentos culturais, ilustra um grau excepcional dos ideais do Renascimento e do Iluminismo na Europa Ocidental. O Vale do Loire é uma excelente paisagem cultural de grande beleza, contendo, vilas e aldeias históricas, grandes monumentos arquitetónicos, os seus muitos castelos e os seus vinhos.
Mto fácil chegar nessa região. A forma mais gostosa é alugar um carro e percorrer as estradas com paisagens bucólicas, estradas ótimas e bem sinalizadas e hoje com GPS não tem erro,rs. O ideal é ficar hospedado na cidade de Tours que é mais central e ir visitando os castelos da região. Recomendação de 2 a 3 dias. Aproveite para passear pela região dos castelos com calma pois há maravilhoso restaurantes na região e tente conhece no máximo 2 castelos por dia senão fica mto cansativo.


Mtos castelos servem como propriedade privada e habitação; alguns abrem suas portas para visitas turísticas, enquanto outros são exploradas como hotéis ou albergues. Muitos têm sido assumidos por uma autoridade do governo local ou a estruturas gigantes como o de Chambord que é propriedade e gerido pelo governo nacional e são os principais locais turísticos, atraindo centenas de milhares de visitantes cada ano.

DICAS: Se hospedar por 1 ou 2 noites noites em algum castelo da região, e sentir como viviam os reis e rainhas. Tomar cafpe da manhã com uma paisagem maravilhosa e o ápice do romantismo


Paris + Região de Champanhe

“Venha rápido, estou degustando as estrelas!” – Dizia Dom Pérignon no momento em que descobriu o Champagne.
O Champagne é o único vinho que todos, sem exceção, param para sentí-lo antes de degustá-lo. Impossível encontrar outro vinho que tenha imagem tão alegre e festiva, afinal, na vitória merecemos! Napoleão Bonaparte usava o Champagne da mesma forma que garotas tristes usam o sorvete, ele dizia “Bebo também Champagne quando perco, para me consolar.”
O nome ‘Champagne’ deriva do latim ‘campus’/'campania’ que quer dizer ‘campo’. Do latim surgiu a  palavra no velho francês ‘Champaign’, e finalmente evoluiu para a palavra ‘Champagne’.


Se vc quer curtir uma região diferente e super linda, Champange é uma ótima opção. Mesmo esquema que Vale do Loire. Vc pode alugar um carro e dirigir até a cidade de Reims (principal da região) e ficar hospedada por 2 ou 3 dias e conhecer as "cavas" e a cidade que tem um charme diferente.
A cidade de Reims, e a vizinha Eperney, concentram os endereços dos mais conhecidos produtores de Champagne. Vocês podem visitar em Reims as caves de Ruinart, Taittinger, Pommery, Veuve Cliquot, Martel.  A cidade fica a apenas 45 min de trem TGV de Paris e há 2 horas de carro total de 145 KM
Qual deles visitar? pergunta difícil pois todas são demais!!! As visitas são com hora marcada e uma degustação de champagne finaliza o passeio.
Todas as visitas são bem parecidas e dai cabe a vcs decidirem o que é melhor. Como eu AMO champanhe , é  um deleite qualquer  uma... Visitas guiadas, e ao final vc aprende sobre toda a fabricação e produção, tipos de uvas usadas, armazenamento..e por ai vai...


A região conta com mais de 180 Km de adegas subterrâneas, repletas de garrafas de champagnes que aguardam o momento certo para obter uma composição perfeita e serem degustadas.
Lembrar de agendar e verificar os dias pois não são todas que abrem para o público diariamente. Imagine que delícia tomar uma Tattinger ou Veuve Cliquot direto da fonte, rs?

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Presente de Casamento: Lua de Mel

O que seria esse presente?
Nos dias de hoje muitos casais já moram juntos e possuem apartamento montado. uma forma bacana de presente de casamento são as " Listas de Lua de mel", como funciona?
O casal escolhe o destino e a programação da viagem e já fazem a reserva e pré pagamento, afinal os convites são distribuidos 1 ou 2 meses antes da data e o ideal é sempre comprar a viagem com a maior antecência possível para conseguir bons preços. Após a escolha os convidados tem duas formas de presentear os noivos:
1) Cotas de presente estipulados pelos noivos que podem ser de vários valores, R$100, R$200, R$500 ou
2) Não estipular cota e cada convidado deposita a quantia q acha que os noivos merecem, rsrsrsrs
Os depósitos são feitos na conta da agência e  depois são apssados para os noivos para saber quem presenteou

Outra forma de presentear é comprando um passeio opcional como por exemplo: Casamento tahitiano, jantar romântico, massagem para o casal, diárias em SPA... entre tantos passeios que cada destino oferece.

A RCK Turismo já realizou diversas luas de mel inesquecíveis e para todos os gostos e bolsos. Roteiros personalizados desde Thaiti, Tailândia, Europa, Punta Cana, Riviera Maya, Disney até destinos mais aventureiros como Nova Zelândia, Austrália entre outros.... o importante é realizar o sonho dos noivos para se tornar uma viagem inesquecível do jeitinho q sempre foi sonhado....